sexta-feira, 26 de junho de 2015

E todos conhecem a Kryptonita, apesar que muitos ainda pensam ser uma pedra, 
mas na verdade é um mineral, que tem o efeito principal de enfraquecer 
o Super-Homem (e outros kryptonianos).
O mineral, usualmente explicado como tendo sido criado dos restos do planeta natal do Superman, Krypton, que nomeia uma variedade de formas do mineral, mas usualmente se refere à forma mais comum, a Kryptonita Verde.
O 1º contato de Superman com a Kryptonita não aconteceu nos quadrinhos. 
Foi na verdade introduzida em 1943, na  série de rádio do Superman, 
tanto como um elemento de roteiro como para permitir que o ator que interpretava o Superman, Bud Collyer, pudesse ocasionalmente descansar. 
Assim, no episódio intitulado O Meteoro de Krypton
restos radioativos do planeta natal de Clark Kent foram parar na Terra. 
Bud Collyer

Como consequência, você já deve imaginar, Clark ficou fraco ao ser exposto ao meteorito desconhecido. Assim, Collyer pode garantir suas férias e, também, foi criado um dos elementos mais importantes de toda a cronologia do herói ... Interessante não?! 


A intenção nunca foi tirar poderes do Superman, mas sim dar folga ao ator.
Demorou até 1949, para que as histórias em quadrinhos incorporassem esta ideia, tanto como um perigo e fraqueza conveniente como para adicionar um elemento interessante para suas histórias.

Criada em 1940 pelo co-criador do Superman, Jerry Siegel, em uma história que envolvia um pedaço de Krypton, chamado de "K-Metal", que roubava a força de Superman enquanto dava aos terráqueos superpoderes, mas nunca foi publicada.


Curiosamente, no filme de 2006 - Superman Returns foi dada a fórmula química do mineral, que quase coincidiu com o mineral Jadarita, descoberto no mesmo ano.

VERSÕES ORIGINAIS
Originalmente, o Universo DC possuía uma variedade de minerais coletivamente chamados de Kryptonita. A variedade mais comumente encontrada é verde, embora tenha sido colorida de vermelho na sua 1ª aparição em Superman (1a. série) #61 (Novembro / Dezembro de 1949). Outras variedades de Kryptonita começaram a aparecer frequentemente a partir do final dos anos 50, alcançando um pico de aparições nas histórias do Superman dos anos 60. 
É possível criar artificialmente a Kryptonita Verde, sendo que Lex Luthor realizou em várias ocasiões, bem como o Batman, em sua história mais famosa, Cavaleiro das Trevas.

TIPOS DE KRYPTONITA:

VERDE
A mais comum, é fatal a qualquer Kryptoniano, causa fortes dores e pode levar a morte se a Exposição à sua radiação for prolongada. Também afeta seres humanos caso fiquem expostos a radiação durante algumas horas. Ela também tem sua forma amplificada: a ultra Kryptonita.
A cor verde não é do minério, mas sim do espectro das ondas de radiações que é capaz de gerar. Isso acontece pois a energia da radiação substitui a energia solar que estão armazenadas em cada célula do corpo kryptoniano. A alta e prolongada a exposição da radiação verde irá levar um kryptoniano ao óbito. Mas, se ainda houver circulação sanguínea no corpo, as células começam a voltar ao normal assim que a exposição é encerrada, mesmo que demore um longo tempo – então, por via das dúvidas, se certifique de deixar uma Kryptonita ao lado de um kryptoniano por mais de 48 horas. Também é eficaz para fortalecer e aumentar os poderes de Bizarro, e em Smallville ela é capaz de curar-lhe os ferimentos (tanto os mais leves quanto os mais graves). Mas também pode ser mortal para os seres humanos provocando câncer ou manifestando algum tipo de mutação. Na série Smallville, por exemplo, as mutações eram causadas geneticamente concedendo “poderes” aos expostos.

VERMELHA
Criada quando uma chuva de meteoros de Kryptonita verde passou por uma estranha nuvem de gás vermelho, causa uma de muitas mutações imprevisíveis em nível físico e mental em kryptonianos, envelhecendo, rejuvenescendo, dando membros extras, transformando em animais, mais ou menos inteligência, mudança de sexo, pode alterar as emoções do Super-Homem, etc. Os efeitos duram de 24 a 48 horas, e nunca se repete um mesmo efeito. Aparentemente, cada pedaço de Kryptonita vermelha só podia afetar um kryptoniano uma única vez, necessitando outro pedaço para um novo efeito (mas que nunca seria o mesmo). Às vezes é também chamada de Kryptonita Rubra. Com ela, Superman já se transformou em um dragão, virou uma versão má de si mesmo, um gigante sem poder, um anão, um lunático e muito mais coisas bizarras. Há uma variação da Kryptonita vermelha também, forjada por Ra’s al Ghul. Essa variação faz com que Superman tenha poderes praticamente incontroláveis como uma bomba relógio.

AZUL
Ta aí é uma versão “bizarra” da verde. Em sua versão mais comum ela tem a mesma função de enfraquecer, porém só funciona para o Bizarro. Sendo assim, ela é totalmente inofensiva para humanos e também para os kryptonianos. Em Smallville, ela teve a função de eliminar os poderes do Clark somente e enquanto ele estiver exposto a ela. Foi apresentada na sétima temporada. Ainda, versão bizarro de Smallville, a Kryptonita azul sobrecarregou os poderes de Bizarro fazendo-o se explodir.

PRETA
Em Smallville "As Aventuras do Superboy" ela foi usada em um episódio para separar o Clark kryptoniano do Clark criado na Terra, depois que ele entra na caverna e passa 3 meses em um treinamento. Quem oferece a pedra é o Dr. Swann à sua mãe e ela consegue separá-lo num Superman mau e um Clark Kent bondoso e sem poderes, dividi-lo em um Superman azul e outro vermelho,

ROSA
é a magia de “pirlim pim pim”, transformação rosa na vida dos kryptonianos. Altera a condição sexual dos kryptonianos - ou seja um kryptoniano hétero vira homossexual por um determinado tempo. Foi usada numa história da Supergirl  Pós Crise: Supergirl (vol. 4) #79, 2003, escrita por Peter David. Ela foi publicada no Brasil na mini-série em três edições Supergirl - Os Últimos Dias. Nessa história, a Supergirl Linda Danvers troca de lugar com a Supergirl da  Terra Ativa pré-crise. Ela cita um caso envolvendo a pedra em que aparentemente Superman flerta com Jimmy Olsen naquela realidade. Ou seja, não existe Kryptonita rosa na Terra 0 (pós-52), apenas na antiga Terra Ativa.1

MAGENTA
É uma variação que permite detectar objetos, inclusive pessoas, que são oriundos de Krypton. Ninguém consegue escapar da detecção, nem mesmo Superman ou Bizarro.

BRANCA
Ela aumenta os poderes de qualquer kryptoniano, mas é fatal para a vida vegetal e animal.
É o minério mais raro junto com a dourada, e deixou de existir nas histórias pós-crises da DC.


ANTI-KRYPTONITA
Possui o efeito inverso da Kryptonita Verde, ela não é letal aos Kryptonianos com poderes (criados sob um sol amarelo), mas é fatal aos Humanos Normais e kryptonianos sem poderes (sob um sol vermelho). Ela se formou no solo de Argo City, cidade kryptoniana da Supermoça.

DOURADA

O mais raro isótopo de Kryptonita, elimina permanentemente os poderes de kryptonianos a menor exposição, bem como qualquer possibilidade de vir a desenvolve-los. Nem mesmo a Kryptonita X ou a azul pode devolvê-los (Felizmente, nas histórias oficiais Superman nunca se expôs a ela, ou seria o fim do Homem de Aço…). Entretanto, nas histórias imaginárias, tudo é possível... Na história imaginária Superman/Batman: Gerações: quando Lois Lane foi capturada por Lex Luthor, e ela estava grávida de um filho de Superman, foi exposta a Kryptonita dourada, removendo os poderes de seu filho. O filho deste filho também não demonstrou poderes.
Numa história imaginária com os Superfilhos, Superman expõe Superman Jr. a Kryptonita Dourada depois que julga o menino como sendo incapaz de lidar cuidadosamente com seus poderes.
Na história imaginária O que aconteceu ao Super-Homem?, Superman usa Kryptonita Dourada em si mesmo depois de ter matado Mxtzptlk. Em seguida, o herói saiu sem nenhum agasalho ao Ártico, onde supôs-se que ele morreu de Hipotermia, pois agora era um humano comum.
Quando Super se encontrava na Terra do Universo Compacto, ele usou a Kryptonita Dourada contra os criminosos kryptonianos General Zod, Zora e Quex-Ul, privando-os de seus poderes.
É a mais rara de todas as outras, e ela só pode ser encontrada em um meteoro flutuante em algum lugar do espaço. Há um único fragmento deste tipo na Terra, e Kal-El tem posse dele.

PRATEADA
É o “baseado” para kryptonianos. Seus efeitos colaterais apresentam perda de inibição, percepções alteradas, ânsias de fome extrema e alucinações com paranoias. Em Smallville, ela foi desenvolvida por Brainiac e utilizada em Clark para deixá-lo completamente paranoico.

ROXA
Já apareceu nos primeiros quadrinhos do Superman, entretanto tinha as mesmas capacidades radioativas da verde. Supõe-se então que foi apenas um erro de impressão nas revistas que acabou mudando a cor da Kryptonita.

JÓIA
Criada pelo interno da Zona Fantasma Jax-Ur, esta não é realmente Kryptonita, nem mesmo radioativa. Esta pedra permite aos internos da Zona Fantasma, o poder influenciar o mundo fora da Zona. Eles podem focalizar suas forças de vontade na pedra a fim de criar os efeitos de poderes mentais que afetam seres e objetos na Terra, como Hipnose, Rajadas mentais e telecinéticas, ilusões e controle mental. Foi feita a partir de minerais de uma montanha em Krypton. Também teve a sua primeira aparição em Smallville, Clark utilizou na nona temporada onde tudo o que ele pedia era realizado, entretanto só funcionou uma única vez para cada pessoa “exposta”.

AMARELA
Não é bem um minério de Krypton, mas sim uma réplica em cor amarela criada por Lex Luthor em uma tentativa de ameaçar e assustar o Superman – é lógico que não funcionou por muito tempo.

TRANSPARENTE 
teve sua aparição em Smallville. É o minério verde neutralizado e sem radiação. Aparentemente, não tem nenhum efeito colateral para ninguém. Nunca teve aparições nas histórias em quadrinhos.

LENTA
Foi desenvolvida por Metallo e afeta os humanos. Ela é capaz de reduzir a velocidade dos impulsos nervosos e movimentos.

ULTRA-KRYPTONITA
Tem as mesmas propriedades da Kryptonita verde, mas atua com mais intensidade e força.

KRYPTONITAS ARTIFICIAIS
As formas artificiais da Kryptonita como Kryptonita X criada por Supergirl como uma cura potencial para a exposição a Kryptonita. Ela dá poderes quase iguais aos do Superman para humanos normais temporariamente mas o efeito pode ser permanente ou a Kryptonita roxa criada pelas safiras das estrelas a partir de um fragmento de Kryptonita que paralisa Superman por 30 h ou Kryptonita escalena feita por Mxyzptlk para privar Superman de sua força ou Kryptonita lenta feita por um único e incriável experimento de cientistas da terra ela envenena tanto kryptonianos quanto humanos e por último a invisível que e uma Kryptonita neutralizada .

* VERSÕES TELEVISIVAS
- Em um episódio de Super Amigos, Darkseid consegue um pedaço de Kryptonita dourada num leilão intergaláctico. Ele quase conseguiu êxito em seu plano de retirar os poderes de Superman, mas foi logrado por  Batman, que havia se disfarçado como o kryptoniano.
- Na Série Smalville que conta a história do Superman enquanto este era jovem, ou seja quando era "Superboy", existem alguns tipos de Kryptonita:
Verde - É letal para o Superboy e todos os outros kryptonianos;
Vermelha - Faz com que o lado negro (rebelde) de Superboy aflore. Esse lado mau de Clark é conhecido como Kal. Provavelmente a mesma coisa acontece como os outros kryptonianos;
Preta - Divide (ou une) o Superboy; ela é criada com Kryptonita verde muito aquecida, ex: visão de calor disparada em uma Kryptonita Verde = Kryptonita Preta.
Prateada - (Não é de fato uma Kryptonita, e sim um pedaço da nave negra de ZOD) Deixa Superboy paranoico. Provavelmente os outros kryptonianos também;
Azul - Cura os efeitos de outras Kryptonitas (exceto a dourada) nos kryptonianos, mas os deixam sem poderes enquanto a usam. É letal para o  Bizarro.

Lembrado que Kryptonita não é a única fraqueza do Superman!
Além da Kryptonita, o Superman também sucumbe a duas coisas:
a luz de um sol vermelho (como o sol de Krypton), 
que imediatamente rouba seus poderes, deixando-o vulnerável a tudo. 
E a outra é a Magia, que segundo as explicações, 
as energias caóticas da magia atrapalham o campo de força do herói.



fonte original | O SUPERNERD

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :