segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Bom dia a todos.

Após meu retiro de uma semana sem postar grandes coisas sobre Star Wars, farei minha análise especial do filme, mas de um jeito diferente. Focarei minhas observações na figura de um personagem do filme, e extremamente marcante no decorrer de toda a trama: Falarei de Rey.






Um adendo: A Disney, como tendência atual, foca a figura do herói em uma mulher. Não fez estereótipos, mas fez uma personagem sólida na figura de nossa querida sucateira/Jedi. Um a zero pra todos eles!!! Fim do adendo.

A atriz Daisy Ridley compôs uma personagem magnífica, onde sua beleza singela e carisma natural encantam e dão veracidade aos atos e ações dela. Merece todos os aplausos!!! A quimica entre ela e Finn, interpretado por John Boyega, também é um destaque que falarei em futuro post sobre Finn.



Rey é, talvez, o maior mistério de todo o filme. Não sabemos realmente quem ela é e de onde veio, mas o que sabemos dela nos deixa com uma pulga atras da orelha...

Aparentemente deixada em Jakku pela família, por algum motivo desconhecido, cresceu solitária em um ambiente hostil, porém sem esmorecer ou se lamentar de sua situação. Tornou-se uma sucateira para viver. E se pensam que ela era uma donzela clássica dos filmes e animações antigas da Disney, muito pelo contrário, sabe brigar com mais de um adversário e vence.



No decorrer do filme, percebemos características que a tornam uma espécie de amálgama de várias personagens da saga, não só nos filmes, como nas animações "Star Wars The Clone wars" e na recente "Star Wars Rebels":

1 - O perfil meigo mandão de Leia Organa da trilogia original;

2 - O perfil aventureiro e elegante de Amidala da trilogia nova;



3 - A coragem natural de Ahsoka Tano de Star Wars The Clone Wars e Star Wars Rebels;

4 - A meiguice aliada ao humor, beleza e valentia de Sabine de Star Wars Rebels;

5 - A habilidade em combate aéreo e técnicas de Hera da também série Star Wars Rebels.

Vejo isto tudo na Rey, mas há mais...

Todas estas qualidades também estão em Anakin Skywalker e Luke Skywalker, o que a torna um mistério ainda maior. Seria ela uma descendente deles? Ou algo diferente, mas ligado a esta poderosa família??

Poderia ser ela filha de outro poderoso Jedi da saga, muito ligado a estes dois??? Se algumas especulações puderem se tornar realidade, até Obi-Wan Kenobi poderia ser pai da garota??? Sério??

Não concordo com esta especulação, seria muito complicada de ser explicada. Acredito que ela seja da família. Resta saber de que ramo... Rsrsrs.

Voltando à Rey, sabemos que ela tem um vinculo com a Força, tal que ela naturalmente invoca este poder em alguns momentos sem nenhum treinamento, o que aumenta minhas suspeitas em relação a ser da família Skywalker, e de alguma maneira ela poder controlar - ou ser escolhida - pelo sabre de luz usado por Anakin (?) e Luke em cena fantástica no momento climax do filme.




Ao mesmo tempo que falamos da força de Rey, vemos a ternura dela ao se relacionar com BB-8 e, principalmente, Finn, ao qual sentimos seus sentimentos mais nobres.

E aquele abraço na General Leia? Quase chorei... E a troca de olhares de serenidade entre elas quando partiu para procurar Luke??? Quase de parentes....




As respostas só saberemos no episódio VIII. Até lá, tudo é possível...

Mas uma coisa é certa, o universo ganhou uma heroína que entrará para a história, a partir de agora.

Vida longa a Rey!!!



Que a Força os acompanhem!!!

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :