sábado, 23 de janeiro de 2016


Acabei de assistir ao último episódio da série "Heroes Reborn". E lá vem minha análise.

Confesso que, quando a inovadora série "Heroes" passou, infelizmente não a assisti. Mas me serve de consolo que, tirando alguns detalhes, esta nova série a trama não tinha nada a haver com a sua série original. O que, pelo que alguns amigos disseram, pode ser o motivo de sua irregularidade.



Partindo deste ponto, não a achei ruim, mas perdida em alguns pontos importantes, principalmente após o final do primeiro arco da temporada e início das estrepolias temporais. Parecia que tinham perdido todo o rumo em determinado momento.

Tinha alguns momentos bons, como o do Mascarado mexicano, que prometia, e depois se perdeu, entre outras coisas.

Mas pra salvar a série, o núcleo oriental pra mim foi o destaque, trazendo o mestre do tempo e espaço original, e mesclando games com ação em realidade alternativa. E esta merece uma menção especial a "Katana Girl".


Sim, ela foi a melhor coisa da série, onde uma pessoa criada do universo dos games foi transferida para o mundo real, e tem participação decisiva na trama. Sim Miko, você valeu cada minuto de participação na série.



Resumindo, uma série que não foi ruim, mas tinha potencial para ser melhor. E  vamos ver se teremos uma nova temporada.

Até mais, pessoal!!!

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :