domingo, 30 de outubro de 2016



Levantamento realizado pela jornalista Jessica Soares para a versão digital da Revista Superinteressante mostra que a onda de filmes de super herói veio para  ficar como tem também se expandido exponencialmente nos grandes estúdios de hollywood.

 Apesar da matéria nao citar,  temos também produções em bollywood na India, no cinema Chinês, Japonês, produções Europeias, especialmente a Russa com o esperado Guardians (no original, Zaschitniki) e o Nacional O Doutrinador que chegará aos cinemas em 2018.

O levantamento  feito pela superinteressante leva em conta APENAS o mercado americano e já apresenta mais de 70 produções para os próximos anos, número que deve com certeza superar a centena com a inclusão das produções supra citadas.

mas vamos reproduzir abaixo a matéria da superinteressante com os devidos créditos:

Pode agradecer aos X-Men. Pegando carona na onda iniciada nas décadas anteriores com o Batman de Tim Burton e o Super-Homem de Richard Donner, a primeira aventura dos mutantes na telona, lançada em 2000, mudou a maré para os filmes inspirados em HQs. Depois do sucesso da 20th Century Fox, todo mundo quis um pedaço do bolo. Passados 16 anos – e resultados tão diversos em tom e qualidade quanto Demolidor (o desastre com Ben Affleck de 2003 e a série da Netflix iniciada em 2015), a trilogia do Cavaleiro das Trevas (2005, 2008 e 2012), e Scott Pilgrim Contra o Mundo (2010) – seguimos vivendo a era dos quadrinhos no cinema. E, no que depender dos estúdios, não vamos virar essa página tão cedo. Nos próximos anos, pelo menos mais 70 filmes inspirados em HQs vão tomar as telonas.
Batman: O Retorno da Dupla Dinâmica e Doutor Estranho estão provavelmente em cartaz em uma sala perto de você e, segundo levantamento do Den of Geek, a previsão, até o momento, é que pelo menos sete adaptações cinematográficas de quadrinhos sejam lançadas anualmente até o ano de 2019. Com alguns lançamentos já confirmados para 2020 e uma lista enorme de projetos em produção mas ainda sem data para chegar às telonas, o mais provável é que o número chegue a ser ainda maior. Esteja avisado: não há descanso à vista para o bolso dos fãs das narrativas gráficas.
Para a surpresa de ninguém, entre os longas-metragens previstos até 2020, são os super-heróis que dominam a cena. Somente com personagens da Marvel Comics, são 13 filmes confirmados – Logan (2017, desenvolvido pela 20th Century Fox), Guardiões da Galáxia Vol. 2 (2017), Spider-Man: Homecoming(2017), Thor 3: Ragnarök (2017), Pantera Negra (2018), Vingadores: Guerra do Infinito (2018), Homem-Formiga e a Vespa (2018), Capitã Marvel (2019), Vingadores: Guerra do Infinito – Parte 2 (2019), além de uma animação ainda sem título do Homem-Aranha, desenvolvida pela Sony e com estreia prevista para 2018, e outros três lançamentos misteriosos do Estúdio Marvel que chegarão aos cinemas em maio, julho e novembro de 2020. Depois dessa data, ainda devem chegar às telas nos próximos anos aventuras do mutante Gambit, um outro longa do time de X-Men e talvez um filme dos Inumanos, que teve sua estreia prevista inicialmente para 2019 adiada indefinidamente.

Na fronte da DC, outros 10 filmes chegarão às telonas no mesmo período – Batman: Caped Crusaders 2 (2017), LEGO Batman: O Filme (2017), Mulher-Maravilha (2017), Liga da Justiça (2017), The Flash (2018), Aquaman (2018), Shazam! (2019), Liga da Justiça 2 (2019), Cyborg (2020) e Tropa dos Lanternas Verdes (2020). Ainda sem data de lançamento definida, um projeto está atualmente sendo desenvolvido para levar para os cinemas um longa focado em Harley Quinn e suas comparsas, há ainda uma sequência de Esquadrão Suicida sendo produzida e conversas sobre uma possível aventura do azulão Lobo.


Para acabar com a polarização e defender a Valiant Entertainment, os heróis de Harbinger (que acompanha um grupo de adolescentes com superpoderes marginalizados pela sociedade) e Bloodshot (HQ que narra a história de um soldado morto trazido de volta à vida como uma arma de guerra do governo) também serão levados para telona. Começando em 2017, serão duas aventuras cinematográficas inspiradas por cada título antes de um longa que promoverá o encontro entre as sagas.


Para quem já está cansado de super-heróis (ou nunca foi fã de capa e uniforme para início de conversa), o intenso cronograma de estreias traz também boas notícias: entre os longas-metragens sem data de lançamento definida, estão várias adaptações de HQs e graphic novels protagonizadas por um outro tipo de turma de personagens fantásticos. É o caso, por exemplo, de Lumberjanes, série de quadrinhos assinados por Shannon Watters, Grace Ellis e Noelle Stevenson, vencedora do Prêmio Eisner, o Oscar das HQs. O trabalho conta a história de cinco amigas que precisam enfrentar uma série de eventos sobrenaturais em um acampamento de verão – com direitos de adaptação adquiridos pela 20th Century Fox, o estúdio está atualmente em busca de uma diretora para comandar o filme.

Os Pequenos Guardiões, HQ do escritor e ilustrador David Petersen, também deve chegar aos cinemas em breve. O trabalho, que também arrematou um Eisner, acompanha uma comunidade de ratos antropomórficos que lutam por sua sobrevivência em uma sociedade medieval.


Outro filme em que vale ficar de olho é a adaptação da graphic novel Aleister Arcane. O projeto, que será dirigido por Eli Roth (Hostel), já conta com um nome de peso: Jim Carrey dará vida ao protagonista, um velho que teve sua vida arruinada por pessoas de sua cidade e, para se vingar, lançou uma maldição no local. Depois de sua morte, somente as crianças têm o poder de quebrar o feitiço.

confira a materia original aqui na super interessante

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :