domingo, 6 de novembro de 2016




 Os X-Men foram, por muito tempo, o carro-chefe dos quadrinhos Marvel, sua menina dos olhos nos anos 80 e 90. Só para ter uma ideia, em 1991 foi lançada A HQ X-Men #1 vol 2 Desenhada por Jim Lee e que vendeu oito milhões de cópias, tornando-se o best-seller das histórias em quadrinhos de todos os tempos, e ainda continua hoje. Era a primeira história escrita por um longo tempo por Chris Claremontgrande quadrinista das histórias dos X-Men nos anos 80 e 90, para muitos o maior existente até hoje.



Em uma recente entrevista ao Collider, Chris Claremont,  chutou o balde e culpou os acordos cinematográficos da empresa Marvel/Disney pelo declínio das tramas dos mutantes. Segundo ele, a empresa não promove quadrinhos dos X-Men porque os filmes da franquia são da Fox, e não da Marvel.



Eu garanto a você que se a Marvel Studios tivesse os direitos deles, eles ainda seriam um dos grandes marcos da editora. A razão da ênfase em outros títulos, acontece porque a Marvel e a Disney controlam seus personagens no cinema, enquanto Quartento Fantástico e X-Men são controlados pela Fox.
Então eu penso que a atitude é: “Por que nós iríamos promover um título que irá beneficiar uma corporação rival, quando nós podemos usar esta energia e entusiasmo em nossas propriedades?”
Vide a ascensão dos inumanos como o novo equivalente aos mutantes. Eu poderia querer outras coisas, mas não são meus 5 bilhões de dólares ali”, comentou Claremont se referindo a atitude da Marvel com o universo mutante.
O autor ainda tocou em assunto delicado em seu comentário: E se a Fox resolvesse devolver os mutantes para a Marvel?
Não é um problema de promoção, é puramente um caso de propriedades. Se, em algum ponto, a Fox decidir que os X-Men não são mais lucrativos, eu tenho certeza que eles farão um negócio com a Disney. Mas também acho que o acordo que eles irão propor será extraordinariamente caro e a Disney ou a Marvel podem simplesmente dizer, ‘foda-se’.  ‘Nós amamos os X-Men, mas nós não vamos nos machucar para consegui-los, porque nós temos nossas outras propriedades que estão se saindo muito melhor. Se vocês quiserem devolvê-los ou aceitarem um acordo razoável, isso é uma coisa, se vocês quiserem ficar nessa loucura, fodam-se vocês”, finalizou o quadrinista.
As sabias, fortes e verdadeiras palavras do escritor só fazem confirmar o que já apontamos a tempos, Os estudos não estão nem um pouco preocupados com o nosso amor a Nona Arte, sinceramente se preocupam única e exclusivamente EM FAZER DINHEIRO, custe o que custar.




Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :