sexta-feira, 25 de novembro de 2016


O terceiro e último filme de Wolverine, Logan, procurará evitar os mesmos erros que foram apontados aos seus predecessores. Na edição mais recente da Empire, o diretor de Logan, James Mangold, confirmou que o derradeiro de Wolverine será uma história muito mais humana do que as de X-Men Origins: Wolverine e The Wolverine. Logan não apresentará muita ação em CGI, focando-se antes no lado mais vulnerável do personagem, especialmente agora que os seus poderes de cura estão desaparecendo.
    O objetivo foi fazer algo mais humano. Fizemos um esforço para diminuir o uso de CGI.
   Hugh Jackman concordou com Mangold, e disse também a Empire que é importante olhar para o filme como "a história de um homem que está lutando contra a mortalidade e o seu legado, e se o mundo ficaria melhor com ele ou sem ele."
Como destaca a revista, a página do roteiro de Logan que Mangold divulgou há algum tempo, alinha-se com esta tentativa de contar uma história mais humana, menos uso de CGI do que outros blockbusters baseados em obras dos quadrinhos.

Logan tem estreia marcada para março de 2017.

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :