quinta-feira, 8 de dezembro de 2016



"Poder e Responsabilidade" esse é o carma mítico do Homem Aranha, um dos personagens mais importantes de toda a historia pop do mundo. Todos sabemos que o grande responsável pelo advento e gênese do herói foi um evento trágico, a morte do Tio Ben que deixou um legado absurdamente único nas HQ's ao NÓS REPASSAR a mensagem que " Com grandes poderes vem grandes responsabilidades".

O carma criado para Peter Parker com a morte do tio Ben e o seu peso moral e de responsabilidade foi tão grande que, mesmo em se tratando de HQ's que ressuscitam e matam personagens toda hora ( já ocorreu com o próprio homem-aranha ), existia uma exceção mítica e inquestionável: JAMAIS, Jamais a Marvel poderia agredir o consciente e inconsciente coletivo de seus leitores, dos fãs do homem Aranha e porquê não de TODAS as gerações pós 1962 trazendo o Tio Ben de volta dos mortos.


Mas infelizmente parece que a casa das idéias que têm feito de tudo para destruir o legado do homem aranha com PÉSSIMOS escritores ao longo das últimas décadas não se deu por satisfeita.

Leia também: 

O recente arco do homem Aranha nós quadrinhos, chamado Dead no More: The Clone Conspiracy prometia na #3 edição da saga trazer uma revelação bombástica em relação ao chacal, aquele mesmo usado na desprezível saga do clone. Ao ser lançada a HQ realmente se mostrou reveladora por mostrar que o chacal na verdade não era o seu conhecido alter ego, o professor Miles Warren (que sempre assumiu a identidade do vilão nos quadrinhos) mas sim o "falecido" clone de Peter Parker/Homem Aranha Ben Reilly, que assumiu a identidade de Aranha Escarlate na saga dos anos 1990 até os últimos anos e parece ter retornado com todas as lembranças de tudo que aconteceu antes, inclusive sua morte.


Na saga, em edições anteriores, ainda tivemos a revelação do retorno de Gwen e de seu pai, mas que os mesmos insistem ainda que não são clones. A Gwen também foi outra personagem que já retornou dos mortos em péssimas histórias, voltando inclusive a morrer novamente, nestas mesmas sagas ou posteriormente.



Mas, a GRANDE REVELAÇÃO existente na saga não é a volta dos mortos do clone do Aranha Ben Reilly, é o plano do mesmo de trazer a vida mais uma vez nada mais, nada menos do que o TIO BEN.


Na desprezível saga Spider - verso, encontramos em diversas realidades o amado Tio Ben vivo, inclusive assumido em uma delas a identidade do homem Aranha. MAS sem ofender a inteligencia dos leitores em trazer "uma versão" do tio Ben para nossa realidade.

Agora, o que pretende a Marvel em mais uma desprezível saga rebootada do clone é ofender não só a nossa inteligencia, mas a memória coletiva, a história de poder e responsabilidade que marcou gerações e que em nome da venda de mais alguns gibis tende a profanar a memória coletiva.


Fará a Marvel ofensa tão grande a todos nós?

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :