segunda-feira, 9 de janeiro de 2017


Tudo começou com o primeiro Homem de Ferro em 2008. Um tony stark representado por Robert Downey Jr,  que acabou sendo incorporado nos quadrinhos,  ironico, irreverente com piadinhas. E foi como tudo começou.

Apartir dai surgiu a fase 1 . No mesmo ano de 2008 , foi lançado O incrivel Hulk ,com Edward Norton como Bruce Banner. O personagem neste contexto teve uma história mais densa e séria destoando da fórmula MARVEL,  levando em conta que a tutela do verdão esta com a universal e não leva o selo da MARVEL studios.

Chega 2010 e inevitavelmente acontece a sequência de Homem de Ferro 2.
A partir dai a fórmula MARVEL começa a ficar mais evidente,  Tony stark se torna um pouco mais engraçadinho que no filme anterior.
Um vilão descaracterizado ( Chicote Negro), foi apresentado Nick Fury ,e se faz presente o drama do alcoolismo que foi usado de forma superficial, a Viúva Negra de Scarlatt Johansson estreia ( que pra mim foi o ponto alto do filme). E a troca de ator no papel de James  Rodes que neste filme se torna o Máquina de Guerra.


Em 2011, tivemos dois lançamentos do MARVEL studios.
Primeiro foi Thor, Interpretado por Chris Hemsworth que tinha tudo para ser um filme épico,  e foi a franquia que mais incorporou a fórmula MARVEL,  embora fraco , apresentou elementos e personagens que seriam importantes no futuro da fase 1, como Loki que foi interpretado magistralmente por Tom
Hiddleston. Sem esquecer a participação relampago de gavião arqueiro feito pelo ator Jeremy Renner .


Pouco depois veio, Capitão América: o primeiro vingador. Com Chris EVans no papel titulo.
A fórmula MARVEL se faz presente ,mas de uma maneira mais sutil, o filme se mostra mais sóbrio e cumpre bem seu papel de origem, o vilão caveira vermelha é subutilizado ,embora o ator Hugo weavinh ( o eterno agente Smith) que o interpreta o faça bem.
O principal plot do filme , o trisseract é o que vira a ser o elo de ligação para o filme que fecha a fase 1.


E, por fim chegamos ao ultimo filme da fase 1, a cereja do bolo. Os Vingadores que reuniu os herois dos demais filmes em um só, Homem de ferro,  Thor,  capitão América,  Hulk,  viúva negra e  gavião arqueiro reunidos por Nick Fury contra Loki e seu exército alienígena,  foi um espetáculo, mas também foi onde a fórmula MARVEL mais se evidenciou, e a bilheteria consolidou o filme como o grande acerto do MARVEL studios.


Já em 2013 inicia-se a fase 2 com dois filmes .
homem de ferro 3, sucesso de bilheteria e que teve um crítica negativa,  poderia ter sido um otimo filme se o vilão em questão realmente fosse o mandarim,  tivemos mais Tony Stark em ação ,tipo um agente secreto mais do que o heroi blindado que gostariamos de ver.
O ator parecia atuar no piloto automático,  e as armaduras se destruíam como se fossem de papelão,  a incorporação do extremis poderia ter sido melhor usado. Um filme que poderia ter sido bom ,mas deixou a desejar. Sem contar que aqui a fórmula MARVEL foi usada e muito, com o humor muitas vezes desnecessário.

Thor 2: O mundo sombrio,consolidou o filme deste personagem com a fórmula MARVEL,  ja sem esperança de ver algo que líamos nos quadrinhos,  o humor se fez presente do início ao fim, particularmente eu gostei do filme, a história foi boa para o contexto, a ação melhor que no primeiro,  mas o vilão poderia ser melhor explorado, ( embora seja explícito que os vilões se tornem descartáveis nos filmes da MARVEL) .
Mas uma vez Loki rouba a cena e se torna tão interessante quanto o protagonista. Mas o filme cumpriu seu papel com uma bilheteria razoavel,  embora pudesse ser melhor.


Em 2014 a MARVEL studios nos brindou com gratas surpresas.
Capitão América: Soldado invernal, mais uma vez a fórmula MARVEL foi empregada de forma leve e sutil neste trailer de politica e espionagem dentro de um filme de super-herói,  mais uma vez Nick Fury e viúva negra participam de forma magistral neste filme,  e um falcão atualizado e convincente é apresentado no filme ,personagem este que sempre teve grande importância nos quadrinhos para o capitão América,  sem contar a volta de Buck como o soldado invernal, um filme que merecia uma bilheteria melhor que a que teve.

Guardiões das galáxias , foi a grata surpresa deste ano, o diretor James Gun soube utilizar bem a fórmula MARVEL em cada um dos personagens,  uma ópera espacial com um humor bem encaixado e uma trilha sonora saudosista na medida certa, deixando escrachado o quanto não se levar a serio pode ser divertido e rentavel.


Em 2015 veio dois filmes e cada um com opiniões bem diversas para fechar a fase 2 da MARVEL.
vingadores: a era de Ultron prometia ser tão bom quanto o primeiro filme, sua bilheteira ficou pouca coisa abaixo do Vingadores,  mas a excessiva exposição de material e trailers divulgados tirou um pouco o encanto do filme, dividindo opiniões. Mesmo a apresentação de personagens como Mercúrio ,Feiticeira Escarlate e Visão não foram suficiente,  a intervenção no corte final do filme por forças alem do diretor prejudicou e muito o desenrolar da história,  a fórmula MARVEL foi imposta de modo forçado, o humor excessivo e piadas na hora errada deixaram o filme sem o brilho do primeiro. O vilão mais uma vez foi subutilizado,  pois com os recursos que o próprio tinha poderia fazer um estrago e tanto. Mas a quantidade de informação lançada para futuros filmes foi o que mais incomodou.


Homem formiga, foi uma suave brisa regrescante após vingadores a era de Ultron, que embora tenha feito ótima bilheteria não foi o que era esperado, no entanto este filme de origem do heroi foi prejudicado pela pouca divulgação,  lembrando que estreou dois meses depois e todo o marketing era massivo nos Vingadores era de Ultron,  mas ainda assim esse filme com um tema de assalto fez uma boa bilheteria, a fórmula MARVEL foi bem aproveitada , deixando claro que embora o humor fosse mais apurado não seria tão escrachado como no Guardiões das Galáxias,  o que foi bom dentro do contexto apresentado para esse personagem.
A fase 2 se fechou com um sabor de quero mais.

Chegamos ao ano de 2016, onde 2 filmes entregaram uma boa diversão ao público .
Capitão América guerra civil foi um filme que teve a melhor bilheteria dos filmes de herois do ano, os irmãos Russo conseguiram fazer um bom filme e neste a fórmula MARVEL se fez mais presente que em o Soldado Invernal, mas ainda assim mais comedido que os outros, o vilão foi interessante,  mas a descaracterização deixou um pouco a desejar, assim como a mudança de sua origem, a idéia de vingança e manipulação foi boa embora forçada, apresentação dos novos personagens como o Homem Aranha e o Pantera Negra ficaram perfeitas, a luta no aeroporto entre os herois foi o ápice,  e o confronto final do capitão América e Buck com Homem de Ferro foi um show a parte.

Dr. Estranho foi o ultimo filme de 2016 da MARVEL studios,  um filme de origem , um pouco corrido e a fórmula MARVEL nele achei forçada, pelo personagem em sim não ter essa veia cômica, o manto foi engraçado ,mas desnecessário como humor, o vilão mais uma vez subutilizado e dispensável,  o grande vilão Dormammu, um arremedo do galactus de quarteto fantastico 2, o final foi inteligente, embora tranformar o olho de Agamotho numa joia do infinito achei totalmente fora de contexto.
Novos filmes estão chegando e com eles muito da fórmula MARVEL,  mas depois deste resumo fica a pergunta, até quando essa fórmula funcionará antes que o público perca o interesse? Não seria hora de ousar? Sair da zona de conforto ? Utilizar uma abordagem mais séria?  Digo séria não sombria e realista. Experimentar e ver se vai dar certo ou não?  Fica a duvida.                                                     

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :