terça-feira, 31 de janeiro de 2017


Hoje estamos chegando ao 16º capítulo desta nossa série e como já começamos a ver sinais de desanimo na audiência, já estamos caminhando para o final desta modesta temporada. E antes que você se desespere já aviso que ainda teremos a parte 17 e depois vou preparar um review fazendo menção a todas as séries que passaram por estas linhas de entretenimento. 
Hoje vou lhes trazer duas séries MUITO distintas, com críticas e comentários propostos por autores diferentes. A Primeira será THE EVENT (O Evento) escrita pelo criador desta coluna, Paulo Cirino e a segunda será DRÁCULA redigida por mim (Ney Bellas). Espero que gostem!
THE EVENT (2010) - Como todo viciado em cinema e séries mais antigas sabe, durante muitas décadas os americanos acreditaram que "ELES" estavam entre nós. Sim "ELES": os alienígenas. Os americanos acreditavam que eles haviam chegado aqui e sido escondidos pelo governo, ou pior se infiltrado sem que soubéssemos. Bem, em 2010 esta aparente "teoria da conspiração" foi confirmada. Quando o novo presidente Elias Martínez assumiu o cargo foi informado que havia uma prisão secreta no Alasca, e que nela havia uma colônia de alienígenas que haviam sobrevivido a queda de sua nave em nosso planeta (por coincidência caíram nos EUA, como sempre). Ao saber disto o presidente Elias fica muito perturbado e também incomodado, pois os aliens estavam presos a décadas e seus direitos não foram respeitados (como o americano é consciente!). Talvez por ser negro e conhecer a opressão o presidente tenha se sentido assim. O presidente então resolve visitar a tal prisão e lá conhece a líder dos aliens: Sophia Maguire e depois de conversar com ela decide o inusitado: libertar os alienígenas e pior informar o mundo sobre eles (não tinha como dar certo!). 
Paralelo a tudo isto acompanhamos a história de Sean Walkers, um programador de computadores, que estava passando um tempo no Caribe com sua lindíssima noiva quando ela simplesmente: desaparece. Ninguém consegue encontrá-la, e Sean decide investigar por si próprio seu paradeiro. Como estamos falando de um seriado, as investigações de Sean fazem com que ele descubra um plano para assassinar o novo presidente (caramba que coincidência!). Naturalmente ele volta aos States e consegue chegar até ao presidente (coisa fácil) e acaba sabendo dos alienígenas. 
Mas por que "O EVENTO"? Porque os aliens avisam ao novo presidente que está para acontecer algo grandioso, que mudará a situação do planeta. O que eles não sabem, nem o presidente nem a líder alien, é que um grupo de elementos dos dois lados não concordam com a aliança que se formou e estão dispostos a mudar isto de qualquer forma. Os humanos também não sabem que um grupo de aliens escapou na queda e se infiltrou entre eles em diversas áreas.
Por isto quando o presidente vai fazer o discurso em que apresentaria os aliens, um avião não se sabe como burla a segurança aérea e se lança diretamente contra o local onde acontecerá o discurso. Não há tempo de fugir, o avião vem direto contra eles, mas no último momento........o avião desaparece!
A partir daí a série se desenvolve levantando questões interessantes: o que é O Evento? Quem são os infiltrados? A noiva de Sean era um deles? A esposa do presidente é um deles? Ficaremos sem saber a maioria das respostas, porque apesar dos 22 episódios da 1ª (e única!) temporada a NBC simplesmente cancelou a série entristecendo aos fãs. Mas The Event, aparentemente era uma invasão maciça ao nosso planeta...
DRÁCULA (2013) - Eis aqui uma série que realmente lamentei pelo seu cancelamento. Tanto por ser fã de histórias de vampiro, quanto pela pegada interessante que estavam dando ao personagem.  Pois nesta trama, Drácula é uma espécie de anti-herói e uma vítima de uma terrível sociedade secreta. Porém, nada que afete a força e principais características do personagem e ainda trouxe certa modernidade bem dosada na trama.  Nesta história Drácula chega a Londres, se passando por um empresário norte-americano que deseja levar a modernidade científica à Sociedade Vitoriana. Porém, o que ele deseja é se vingar contra os membros de uma sociedade secreta responsável pela destruição de sua família e por sua maldição. E, claro, como não poderia deixar de ser Drácula se apaixona perdidamente por uma mulher que parece ser a reencarnação de sua falecida esposa e isso ameaçava estragar seus planos. Uma última observação, também gostei muito do Van Helsing e de seu papel na trama. Ficou interessante. 
Imagino que, caso você não tenha assistido, esta achando tudo interessante e esta se perguntando o que levou ao fim da série, não é mesmo? Mas, antes de contar me permita complicar ainda mais o seu pensamento.
A Série teve uma audiência regular nas noites de sexta-feira, com uma média de 5 milhões de espectadores em sua primeira temporada, e uma recepção morna da crítica. E, sim se qualificaria para ao menos uma segunda temporada.  Mas, algo bem mais complexo de se lidar se abateu sobre a série. Desta vez, o problema foi o ator,  Jonathan Rhys Meyers  que fazia o papel principal tinha graves problemas  com drogas que acabou chamando a atenção da mídia para os bastidores da série. Para se ter uma ideia de como foi a coisa, o astro teve grande parte do seu salário retida pela NBC até que terminasse as gravações dos 10 episódios da primeira temporada, como forma de garantir que continuasse o trabalho. Infelizmente, tão logo terminou optaram pelo CANCELAMENTO da série.

Leia Também:
Texto: Paulo Cirino

CONVITE!
Se você aprecia este tipo de postagem, lhe convido a se juntar ao nosso GRUPO no facebook que é dedicado a compartilhar curiosidades e imagens do passado antigo ou mesmo mais recente, desde que sejam curiosas e que nos tragam boas memórias.
JUNTE-SE A NÓS: MEMÓRIA NERD

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :