terça-feira, 31 de janeiro de 2017


Pois bem, a vida tem dessas coisas e tudo que começa um dia acaba...e alguns acabam bem antes do que outros, não é mesmo? Mas, nada de tristeza, chegamos ao nosso 17º episódio que marcará o fim desta nossa midseason. Ou seja, após este capítulo, postarei um review citando e linkando todas as séries que foram citadas nestes últimos dias. Mas, não se desesperem já temos novas postagens no forno e antes que percebam já estaremos de volta. Agora porém, nesta postagem vamos falar de duas séries que deixaram alguns órfãos entre nós. São elas: FLASHFORWARD e CONSTANTINE, então sem mais delongas vamos ao que interessa.
FLASHFORWARD (2009) - Era um dia comum como qualquer outro, não fosse um pequeno acontecimento: as pessoas em todo o MUNDO DESMAIARAM POR 2 minutos e 17 segundos! Este acontecimento foi chamado de "blackout", e teve consequências devastadoras: em todo mundo morreram pessoas atropeladas, em quedas de avião, em batidas de carros, batidas de trens, e de diversas outras maneiras. 
Porém, mais do que isto, aconteceu algo ainda mais estranho durante estes 2 minutos e 17 segundos, algumas pessoas tiveram visões do futuro! É óbvio que um evento desta magnitude tinha de ser investigado e nós acompanhamos a investigação de um agente do FBI (o FBI está em todos os lugares) Mark Benford (ele mesmo teve visões). Alguém teve a ideia de criar um local na internet onde pessoas de todo o mundo relatassem o que viram. Este espaço foi chamado de: Mosaico. No mosaico era possível juntar todas as visões para que se pudesse entender e descobrir o que aconteceria no futuro. Isto porque cada pessoa viu uma parte dele, e a ideia era juntar as partes para descobrir se havia algum sentido 
A série era muito boa, e várias coisas foram surgindo no tal mosaico, a ponto de se descobrir que o blackout foi provocado por um grupo misterioso que foi protegido do "apagão" por um estranho anel com um diagrama (acho que era um L). 

Quando a ABC resolveu cancelar a série houve uma comoção mundial. Fãs cercaram o prédio da ABC, e simularam um "apagão" de exatamente 2 minutos e 17 segundos. Fizeram até petições pela internet com milhões de assinaturas, mas a ABC foi irredutível.......
"Uma pena, foi mesmo uma pena......uma pena"


CONSTANTINE (2014) – Foi a série de TV baseada nos quadrinhos de Hellblazer, da DC Comics. A Trama acompanhava John Constantine (Matt Ryan), que é forçado a agir diante da iminente ascensão das forças das trevas. Com ele estão o taxista imortal Chas (Charles Halford), a vidente Zed (Angélica Celaya) e o anjo Manny (Harold Perrineau). Juntos, o grupo viaja pelos Estados Unidos “investigando” casos sobrenaturais.  Infelizmente, a série acabou adotando o desgastado formato: "demônio da semana" que já não funciona bem e é algo já MUITO explorado na TV em outras produções. No caso de Constantine teria sido necessário encontrar o equilíbrio entre cada episódio e o arco da temporada. Porém, a história que interliga os episódios não foi bem desenvolvida e, ao fim da temporada, ficamos com a sensação de que não vimos nada acontecer de fato. Isso ocorreu por que em todo o tempo o roteiro da série deu prioridade a trama do dia e ignorou completamente o desenvolvimento do arco maior.
MAS, não estou dizendo que tudo foi ruim, pois aqui e ali aconteceram ótimos episódios. Os capítulos quando os roteiristas adaptaram diretamente histórias de Hellblazer, como "Waiting for The Man" e "Hunger" – elevaram o potencial de Constantine alcançou. Foram narrativas mais sombrias que se encaixavam perfeitamente com o personagem.  Outra coisa interessante é que frequentemente  somos lembrados de que as pessoas próximas de John Constantine morrem, algo que os fãs das HQs podem confirmar.  
Mas, antes de encerrar essa crítica registre-se que Matt Ryan foi, sem dúvida, o cara certo para viver Constantine nas telinhas. Ele, assim como deveria ser, nos convenceu de que John Constantine era um completo canalha mas, ao mesmo tempo, era o cara com quem você podia contar no pior momento de sua vida. Ele é sarcástico, destrutivo e tem um rosto pesado, como o de alguém que já olhou nos olhos do próprio capeta. E quanto aos seus hábitos destrutivos, os fãs podem descansar tranquilos. John está sempre com um cigarro na boca ou um copo de whisky na mão.
Na reta final do cancelamento Robert Greenblat, o chefe da divisão de entretenimento da NBC, explicou que o herói é popular "mas não é o Flash nem o Batman, então ele sofre um pouco".

Assim como inúmeras outras séries, Constantine naufragou no mar das baixas audiências e após 13 episódios foi cancelado...MAS, diferente de muitas outras, e graças a WARNER, John Constantine ganhará uma sobre vida no “Arrowverse”, porém não como filme ou live action, mas sim como uma animação. O que advirá disso, só o futuro nos revelará.

Leia Também:


Texto: Paulo Cirino
CONVITE!
Se você aprecia este tipo de postagem, lhe convido a se juntar ao nosso GRUPO no facebook que é dedicado a compartilhar curiosidades e imagens do passado antigo ou mesmo mais recente, desde que sejam curiosas e que nos tragam boas memórias.
JUNTE-SE A NÓS: MEMÓRIA NERD

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :