segunda-feira, 2 de janeiro de 2017



O maior detetive do mundo é um dos super-heróis mais populares do planeta e ao longo de 75 anos teve inúmeras adaptações para TV, Cinema e até mesmo para o teatro.

Criado em 1939 por Bob Kane e Bill Finger e fazendo sua estreia no numero 27 da Detective Comics, o Homem Morcego foi sucesso imediato e desde então vem sendo adaptado com sucesso em diferentes mídias. 

No top 5 de hoje vamos avaliar as melhores adaptações do personagem, levando em conta o que foi estabelecido no Cânone do "Morcego". Na década de 50, o desequilibrado psiquiatra Fedric Wertham, publicou o livro "Sedução dos Inocentes", que acusava os "Quadrinhos" de serem os responsáveis pelo crescimento da delinquência Juvenil, causando uma verdadeira caças as bruxas.

Para se ver livre da perseguição as editoras criaram o Comics Code Authority, uma forma de autocensura em resposta a recomendação do congresso e ao clamor moralista da época.

A DC Comics adotou a postura do "Cavaleiro Andante", aonde seus personagens seguiriam rígidos códigos de conduta moral. Além disso nos anos 80, obras como Batman: Ano Um e a Piada Mortal, estabeleceram o personagem no Universo DC ( deixando claro que o assassinato dos Wayne, faz com que o personagem tenha total aversão a armas de fogo e considere inaceitável a perda de uma vida ).

Dito isso, vamos conhecer as melhores e mais fieis adaptações do personagem:



5 - Adam West em Batman 66



Exibida de 1966 a 1968, a serie de TV, "Batman", revolucionou a cultura pop e popularizou o personagem em todo planeta. 

A ideia maluca do produtor William Dozier de apresentar o personagem inserido em um contexto de comédia, pode parecer loucura, mas nos psicodélicos anos 60 e 70 funcionaram de forma perfeita.

 Além de introduzir toda uma galeria de vilões ( que ficou conhecida mundialmente graças ao show), a serie retratava os "Quadrinhos" da época com todas as suas cores, onomatopeias e visual "Camp". Com o uniforme mais fiel de todos, feito de pano, Adam West ( visivelmente fora de forma), interpretava o personagem de forma inusitada, canastrão, engraçado e bastante carismático, criando a primeira onda de Batmania que varreu todo planeta, elevando a popularidade de Batman, a um patamar jamais imaginado.




4 -  Cristian Bale na trilogia de Christopher Nolam


 Uma das versões mais amadas pelos fãs, o Batman de Bale, tem uma pegada mais real, fazendo de seus filmes verdadeiras historias policiais.

 A ideia de Christopher Nolam de apresentar o personagem de forma mais verossímil foi bastante necessária na época para apagar da lembrança de todos, os péssimos filmes de Joel Schumacher. Por outro lado, um Batman usando uma armadura tática se distancia muito do personagem que estamos acostumados a acompanhar, dá a errônea impressão de que qualquer um que colocar a armadura ( o personagem mais bem treinado da cultura pop, definitivamente não precisa de uma ) conseguiria se sair bem no combate ao crime. 

Se levarmos em conta então, o último filme da franquia, complicamos muito a vida do personagem, pois a ideia de um Batman que se aposenta e vai morar em Paris constituindo família com a Mulher Gato e maluca para qualquer fã do Morcego.


3 - Clark Bartram no fan filme Batman: Dead End


O curta metragem produzido em 2003  por Sandy Collora e tendo Clark Bartram como Cavaleiro das trevas, beira a perfeição.

 Mesmo com baixíssimo orçamento e sem o consentimento da Warner, o curta adapta o personagem de maneira correta e bastante eficiente. 

Sem o uso das pesadas armaduras e apostando no tradicional uniforme de pano e couro, o Batman de Collora tem o visual mais próximo dos quadrinhos, com direito a olhos brancos e uma das máscaras mais legais e ameaçadoras já produzidas. 

O mais interessante é o cuidado e a preocupação em retratar como o personagem se move ( muito similar ao Conde Drácula ) e luta ( Batman realmente mostra toda sua habilidade em combate corporal ), produzindo ótimas cenas de ação e um visual maravilhoso que lembra muito o Batman de Tim Burton. 

Clark Bartram se mostra um grata surpresa, pois além de se sair muito bem interpretando o personagem, mostra uma "consciência corporal" fantástica que aliada a sua ótima condição física, entrega uma atuação impecável.


2 - Michael Keaton em Batman de 1989 e Batman o Retorno


O filme que teve o prazer de contar ao mundo que Batman não era engraçado e que era tão transtornado quanto os criminosos que combatia, estreou em 1989 e o cinema nunca mais foi o mesmo. 

Criando a maior onde de Batmania conhecida pelo homem e tendo a maior campanha de Marketing já realizada, o filme dirigido brilhantemente por Tim Burton foi sucesso de publico e critica. A conturbada escolha de Keaton para o papel, se mostrou correta quando o longa estreou em todo mundo.

 O olhar de Keaton sob a mascará dava ao personagem um tom vampiresco que aliado ao visual gótico do longa produziram imagens que se tornaram clássicas e remetiam ao puro impressionismo alemão. Finalmente o grande publico via o personagem de uma forma jamais vista antes, Batman era obcecado, calculista, durão e retratado como um grande detetive e com conhecimentos em química avançada e modernas técnicas de investigação. 

Vale ainda ressaltar, que o visual de Gotham, do Batmóvel, da Batcaverna ficaram tão fantásticos que até hoje são referencias para todos os fãs do Morcego.

E o grande campeão...

1 - Kevin Conroy na serie animada "Batman Animated Series"

 A notável serie animada, vencedora de quatro prêmios Emmy, criada pelo mestre Bruce Timm é uma verdadeira bíblia do personagem.

 Adaptando clássicas historias como "O dia do Lobo", "Quase o peguei" e "A busca do Demônio", só para citar algumas, a serie prima por mostrar o personagem como realmente é nos quadrinhos. 

Além do visual impecável, o Batman de Bruce Timm é um samurai, mestre em todos os estilos de combate conhecidos pelo homem, um grande ilusionista, ventríloquo, químico, cientista, mágico escapista, faquir, mestre em disfarces, além de ter um vasto conhecimento sobre Botânica, física, Medicina de guerra, Eletrônica, mecânica e etc. 

A exemplo do Batman de Keaton, esse Batman aparece na maioria das vezes escondido entre as sombras ou apenas em silhueta, criando imagens memoráveis e sombrias. 

Mantendo -se fiel ao cânone, este Batman por mais violento que seja ( Na década de 90, a serie recebia inúmeras criticas pela hiper violência do morcego vingador ), jamais cruza a linha e tira uma vida, proporcionando cenas incríveis ( Como quando, sem pensar, o personagem se atira de um prédio para salvar o Duas-Caras, que em um de seus surtos, caiu tentando pegar sua moeda, que estava "viciada", pelo Cavaleiro das Trevas. Ou quando teve uma copia feita a sua imagem e semelhança, pelo computador Coração de Aço, que enlouqueceu, quando achou que tirou uma vida). 

Ufa! Chegamos ao final deste Top 5 e espero que vocês tenham gostado, mas lembrem-se:  Esta é minha opinião pessoal como fã do personagem, que acompanho a 40 longos anos.

Aproveite para fazer sua lista nos comentários "Gafanhoto", o maior barato de ser "Nerd" e poder comentar e discutir (educadamente) sobre estes fantásticos personagens.

Grande abraço!

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :