sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017


O primeiro episódio de Legion, nova série da FX em parceria com a Marvel, que mostra eventos dentro do mesmo universo dos X-Men da FOX estreou nos EUA na última quarta-feira, dia 8 e seus números de audiência foram surpreendentemente baixos.
Mesmo recebendo uma leva de críticas positivas pela mídia especializada e contando com a produção executiva de Noah Hawley, que também comanda a adaptação de Fargo para emissora, Legion registrou apenas 1,6 milhão de telespectadores e 0.8 na demo (audiência entre o público de 18 a 49 anos de idade).
Essa é a pior audiência do FX para uma estreia em anos, já que desde 2014 nenhuma produção original havia marcado abaixo dos 2 milhões de telespectadores. Na época, Tyrant ficou nessa casa dos 2 milhões, assim como Bastard Executioner no ano seguinte. Outras séries originais do canal como The Strain e Fargo conseguiram boas estreias com 2 milhões e 2,7 milhões, respectivamente. Taboo, que é uma série em parceria com a BBC, também não começou muito bem, mas ainda foi melhor que Legion, com 1,8 milhão
A série foca na vida do perturbado David Haller, um jovem internado em uma clinica para pessoas com distúrbios mentais, por ouvir vozes estranhas desde a adolescência, mas que após o encontro com uma misteriosa paciente, descobre que na verdade aquelas vozes podem ser reais. Nos quadrinhos da Marvel David é filho do fundador dos X-Men, o Professor Charles Xavier.
A boa notícia é que a demo de 0.8, que é a audiência mais importante e termos comerciais, está na média do FX. Aqui no Brasil, Legion chegou com apenas 24h de diferença em relação aos EUA, na noite de ontem 9, pelo FX

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :