segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Falar sobre uma ou mais séries nunca é fácil porque as pessoas são diferentes, agem diferente, pensam diferente e reagem de forma diferente. Assim, talvez você não goste de uma série mas a outra pessoa adore! Mas, vamos tentar falar sobre: "POWERLESS".

A série foi vendida como um sitcom "que se passa no universo de heróis da DC". Não sei quanto a vocês, mas quando leio 'sitcom' espero algo engraçado, divertido. Mas quando você assiste ao piloto de "Powerless" o que você recebe não é algo engraçado. Sob certo aspecto podemos dizer que é ligeiramente divertido e bastante irônico (mas não no bom sentido). 

A história acompanha a vida de Emily que se muda para 'Charm City' esperando encontrar um grande trabalho e conhecer pessoas interessantes. Logo no início em um monólogo ela reclama que sua cidade original era muito "parada" e "desinteressante, onde nada acontecia", roubando aqui uma piada de "As Meninas Superpoderosas" onde uma personagem reclamava que na sua cidade não acontecia nada, enquanto que ao fundo víamos monstros derrubando prédios, incêndios, naves espaciais caindo e grandes explosões. 
Chefe imbecil e secretária entediada (a resolve tudo)
Ao chegar ao novo emprego somos bombardeados com os clichês do gênero 'sitcoms corporativos', um chefe imbecil que quer ser promovido, a secretaria do chefe que é quem realmente resolve tudo com uma tremenda indiferença, o grupo com quem Emily irá trabalhar que são os clássicos funcionários que não dão a mínima para o trabalho e para os chefes. Para completar o clichê final, a empresa está para fechar por falta de produtividade (não inventam nada só copiam os produtos da Lexcorp) e caberá a Emily fazer algo 'esperto' para manter seu emprego e a de seus funcionários.
Emily e a equipe que deve chefiar mas que a ignora.
Powerless não foi o único sitcom que assisti ao episódio piloto, também assisti ao da Netflix com Drew Barrymore que também achei péssimo! Fiquei preocupado que meu "sensor de comédias" estivesse com defeito, por isto fiz dois testes: 

Primeiro, pesquisei na audiência da série o que o publico americano havia achado, e descobri que a audiência foi abaixo do esperado no piloto e pior ainda no segundo episódio (antes de fazer a crítica assisti aos dois episódios para não ser injusto). 

Segundo assisti a reprises de velhos sitcoms (aqueles qua já vimos mil vezes) tais como: "The Nanny", "Friends", "Seinfeld" e "That's 70" e achei engraçado apesar de já ter assistido aos episódios antes. 

Conclusao: "Powerless" é realmente fraca. Irônica, mas não engraçada. Sitcoms tem que te "pegar" já no primeiro episódio e a série não consegue fazer isto (nem mesmo no segundo). Se vou assistir ao terceiro? Dificilmente! Boa sorte para você que gostou.  

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :