sábado, 18 de março de 2017

Chegamos finalmente a ultima parte de nossa série de posts que exploraram as 15 pessoas que foram Batman, além de Bruce Wayne. Nos dois posts anteriores consideramos pessoas de outro planeta, de outra realidade, de outro universo, agregados da família morcego e até homens de aço.
E para terminarmos vamos considerar os últimos 5 que envolvem um antigo oponente, um de uma realidade alterada e um do futuro sem ligação com Bruce Wayne. Prontos? Então vamos começar:

JEAN PAUL VALLEY

Confesso que este é um substituto que nunca entendi porque Batman o escolheu, o cara era um completo desequilibrado e ultra violento, além de já lhe ter dado muita dor de cabeça, mas enfim.... Jean Paul Valley foi o primeiro a substituir Batman em tempo integral (o cara não tinha vida sem o uniforme). O motivo de Batman ter-lhe passado o ‘manto’ foi uma grave lesão da espinha que ele conseguiu ao enfrentar o criminoso ‘super bombado’: Bane. Isto aconteceu durante a saga “A Queda do Morcego”. Jean Paul havia sido capturado por Batman um pouco antes, durante a minissérie “Batman: A Espada de Azrael” onde ele conheceu um jovem estudante universitário que descobriu que era o próximo na linha a se tornar o principal assassino de uma ordem religiosa secreta. Este jovem havia sido programado desde a infância a assumir o papel de Azrael e matar por ordem da tal organização religiosa. Batman o ajudou a se livrar da programação e então concordou em treinar Jean Paul para se tornar um vigilante.

Como Bane havia praticamente ‘partido Batman ao meio’ a cidade ficou sob seu comando e claro o caos se generalizou. Incapacitado fisicamente Batman passou o manto para Jean Paul. Mas a programação de uma vida interia não estava eliminada, Jean Paul vence Bane e se torna cada vez mais aterrorizante. Isto provou sem sombra de duvida que Batman havia cometido o maior erro de sua vida e agora seria necessário corrigi-lo...

DICK GRAYSON

Ai você pergunta: “mas, e o Dick Grayson? Por que não se tornou o Batman em seu lugar?" Bem, oficialmente Dick havia se tornado o ‘Asa Noturna’ e estava na liderança dos Titans, assim Bruce (inacreditavelmente) ‘não queria incomodar’!! Mas a verdade é outra. O personagem Asa Noturna estava envolvido em outra série na época e os roteiristas de Batman não tinham acesso ao personagem, não podiam usa-lo naquele momento porque não havia como encaixar a que se passava em uma serie com a outra.
Depois de perceber o erro que cometeu Bruce com a ajuda de Dick, consegue retomar o ‘manto’ de Jean Paul. Isto apesar de Grayson estar zangado com Bruce por não tê-lo escolhido no lugar do psicopata. Como Bruce ainda não estava recuperado (e sua recuperação é uma das piores histórias que já li) temporariamente ele entregou o manto a Dick Grayson.
Mas como vimos no post anterior, anos depois Batman foi considerado morto durante a ‘Crise Final’, e Dick foi o vencedor da ‘Batalha pelo Manto’. Assim novamente ele assumiu a identidade de Batman e permaneceu assim enquanto Bruce estava implementando a ‘Batman Incorporated’, uma iniciativa global de bat-operativos. Nesta época Dick, como Batman, se concentrou em manter a ordem em Gotham e participar nas ações da Liga da Justiça.

THOMAS WAYNE

Em 2011 a DC apareceu com um plano mirabolante para recomeçar a cronologia de seus heróis do “zero” (outra vez), e utilizou para isto o Flash. Assim como aconteceu na série de TV, Barry voltou ao passado para deter o Flash Reverso de matar sua mãe (O Reverso já havia voltado ao passado e alterado a realidade quando ele assassinou a mãe de Barry em primeiro lugar). Barry consegue salvar sua mãe, mas quando ele volta ao presente tudo esta drasticamente mudado! Uma das maiores mudanças nesta nova realidade (apelidado de ‘Flashpoint’) foi que em vez de Thomas e Martha Wayne serem assassinados na frente de seu filho Bruce, foi Bruce quem foi assassinado na frente dos dois.
Em consequência, quem se tornou o Batman foi Thomas Wayne (alias um ótimo Batman. Violento, amargo e implacável). A ‘cereja do bolo’ era que tragicamente Martha Wayne se tornou...o Coringa (desculpem se não gostaram, mas achei isto muito bom!)!! Mesmo depois que Barry voltou novamente no tempo e deixou sua mãe morrer e a realidade ‘Flashpoint’ desapareceu, Thomas Wayne foi introduzido nas paginas de “Terra 2”, uma série de quadrinhos de realidade alternativa, onde o Bruce Wayne Batman tinha morrido anos antes e Thomas assumiu a identidade do morcego em honra ao filho morto.

COMISSÁRIO JAMES GORDON

Embora possa parecer algo novo, a primeira vez em que o Comissário Gordon assumiu a identidade de Batman foi na revista “Detective Comics” #225. Na história o Comissário Gordon e alguns membros proeminentes da sociedade de Gotham assumiram a identidade do morcego por um dia...
Mas, foi apenas algumas décadas mais tarde que o Comissário teria sua atuação como o ‘Cruzado de Capa’ (sem capa) mais proeminente. Isto acontece no final do arco “Fim de Jogo” que mostra o Batman e o Coringa sendo aparentemente mortos esmagados pelo desmoronamento de uma enorme caverna sob Gotham City. Para que não houvesse o caos o Comissário Gordon foi nomeado Batman (!) como parte de um programa conjunto entre o departamento de policia de Gotham e uma empresa de tecnologia privada. Esta empresa criou uma poderosa armadura (saída direto de algum anime japonês) que foi usada pelo comissário para o combate ao crime. Gordon cumpriu bem seu papel, mas aposto que ficou bem feliz em devolver o ‘manto’ e a responsabilidade que o acompanha ao seu verdadeiro dono o BATMAN.

TERRY MCGINNIS

Este é um daqueles personagens que mostram a força da televisão em outros meios. Assim como aconteceu com a Jubileu dos X-Men, Terry McGinnis nasceu na TV. Seguindo o sucesso de “Batman: the animated séries” e “Superman: the animated series”, Bruce Timm e Paul Dini, trabalhando com Alan Burnett, lançaram uma série totalmente nova chamada “Batman Beyond”. Passada no futuro, ela é estrelada pelo jovem Terry McGinnis que assume o papel de Batman recebido de um envelhecido Bruce Wayne, que havia se aposentado do combate ao crime anos antes (a idade acabou por afetar seus reflexos, impossibilitando-o de continuar na ‘missão’). Com Bruce servindo como seu mentor e conselheiro, Terry logo fez um nome para si mesmo como herói por direito próprio, usando um uniforme futurista que lhe dava habilidades diferentes a de qualquer Batman anterior, inclusive voar...
Porém levou algum tempo até Terry transpor as barreiras da telinha para adentrar o mundo dos quadrinhos. Foi somente após os Novos 52 que o personagem foi adaptado ao Universo DC dos quadrinhos, obtendo sua própria linha de histórias...

Bem, agora você já tem condição de escolher entre as 15 pessoas consideradas qual é aquela que gostou mais em ver substituindo o Batman. Talvez no futuro ainda outros poderão eventualmente substitui-lo. Mas por agora, fizemos uma pequena viagem no tempo e porque não dizer: um resumo do que aconteceu ao personagem no correr dos anos. Até a próxima!

Talvez você ainda não tenha lido as partes anteriores, por isso abaixo temos os links:
Parte 01 aqui
e
Parte 02 aqui




Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :