segunda-feira, 13 de março de 2017



O quarto filme do Universo Cinematográfico Marvel, estreou em 2011 e foi dirigido pelo competente Kenneth Branagh. Na trama, Chris Hemsworth interpreta Thor, o filho de Odin, que acaba sendo exilado na terra, por conta de sua arrogância e irresponsabilidade.


Sua bilheteria final foi de US$448.512.824 milhões em todo o mundo, um valor até razoável para os padrões da época, levando em conta que o personagem, apesar de ser um dos pilares dos Vingadores, nunca foi tão popular entre o publico geral.

Contando com excelentes cenas de ação, tais como: 

A fuga de Jotunheim, onde Thor, Sif e os très Guerreiros enfrentam Laufey e seus gigantes de gelo.

Thor invadindo o laboratório da Shield para reaver Mjolnir.

O combate final entre Thor e o Destruidor. 

Thor vs Loki.


Além disso, o filme tem o grande mérito, de conseguir contar de forma resumida e correta, toda mitologia e historia dos personagens, desde Asgard, sua corte, seus dilemas de família e tudo que é importante saber sobre os Deuses Nórdicos.

Outros pontos positivos, são seus figurinos e maravilhosos cenários, os fãs conseguem notar detalhes em homenagens a Jack Kirby e Walt Simonson, sejam nas lindas armaduras do longa, ou nos suntuosos salões da cidade "dourada".


Pode parecer fácil interpretar o Deus do Trovão, mas a realidade não é bem essa, Hemsworth está perfeito e logo no inicio do filme já conseguimos ver o Poderoso Deus do Trovão em pessoa. Galante, arrogante, leal, aventureiro, Chris consegue dar vida ao personagem de forma impecável e se eu ainda não o convenci, coloque sua imaginação para funcionar e pense qual ator poderia encarnar o filho de Odin da mesma forma?...Difícil não?

Como cereja do bolo, temos ótimos easter egg's, boas piadas e um elenco de respeito encabeçados por Antony Hopkins (definitivo como Odin) e Tom Hiddleston roubando todas as cenas como Loki.

Poucas adaptações são tão fieis quanto "Thor", que por sua vez, tinha quase tudo para dar errado, tamanha é a dificuldade de adaptar historias deste seguimento de fantasia.

Um filme injustiçado por alguns fãs, que certamente não gostam do personagem, pois se eram fãs das fases de Kirby, Simonson e recentemente, Copiel, deveriam olhar com mais carinho para o filme do "Arremessador".

POR ARGARD...POR ODIN...POR MIDGARD!

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :