terça-feira, 21 de março de 2017


 A aclamada serie em quadrinhos, escrita pelo mestre Alan Moore e desenhada pelo grande artista Dave Gibbons, foi publicada em 1986 e considerada inadaptável para cinema por grandes cineastas desde então. 

  Somente em 2009, pelas mãos do “visionário” Zack Snyder, uma das mais importantes Historias em Quadrinhos ganhou sua competente versão cinematográfica.

  Hoje em dia, o filme é praticamente uma unanimidade entre os fãs e suas qualidades, tais como: roteiro, fidelidade, figurino, atuações e cenas de ação, são inquestionáveis. Zack Snyder, apesar de muito criticado recentemente por Batman vs Superman, tem em Watchmen seu melhor trabalho como diretor.

  O filme é uma verdadeira obra de arte e deve ser reverenciado como um dos melhores do gênero. Porém, quando foi lançado em 2009, a historia não foi bem assim. Recebendo apenas 65% de aprovação do Rotten Tomatoes, o longa não foi uma unanimidade na época e dividiu opiniões entre fãs e críticos. O próprio Rotten Tomatoes, destacou:

“Corajoso e visualmente impressionante, Watchmen é uma adaptação fiel da graphic novel de Alan Moore. Mas sua estrutura narrativa complexa, pode se tornar de difícil entendimento, para os telespectadores não familiarizados com o material original”

  E foi realmente isso que aconteceu, Watchmen foi um filme a frente de seu tempo. Apresentando “personagens” mais humanos, com defeitos e fraquezas, nem totalmente bons, nem totalmente maus e desconstruindo o conceito de Super-heróis, o filme causou um certo desconforto nos fãs mais puristas.


  Com um custo de aproximadamente US$130.000.000,00 milhões de Dólares e faturando apenas US$185,248,060,00, a bilheteria do filme foi um verdadeiro fiasco, uma grande injustiça com um filme que poderia muito bem ter sido indicado ao Oscar.

  Desnecessário destacar as atuações, por serem todas impecáveis, mas mesmo assim, vamos chamar sua atenção para...

  Jackie Earle Haley é o próprio Rorschach, em pessoa, Patrick Wilson, está perfeito como o Herói “quebrado” Coruja, Billy Crudup dá um show como Dr. Manhattan, principalmente em seu arco de origem e Jeffrey Dean Morgan, nasceu para ser o Comediante.


 Se você, ainda é daqueles que critica o longa, dê ao filme uma nova oportunidade, agora que você esta mais velho e maduro, certamente terá um entendimento melhor da trama e possivelmente conseguirá curtir a experiência com outros olhos.

Pois... 

"Se o tempo é relativo...ser um super-herói também é”

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :