domingo, 28 de maio de 2017





ALERTA DE SPOILER

Com o incrível sucesso da série VIKINGS (que narra de forma épica, às incursões dos povos nórdicos da Escandinávia em plena idade media) inúmeras dúvida sugiram a respeito da veracidade dos fatos.


Principalmente a respeito do protagonista RAGNAR LOTHBROK (vivido de forma impecável por Travis Fimmel) afinal de contas, o descendente direto de ODIN, existiu, ou não existiu?
 

Não só ele, como boa parte dos personagens da serie existiram de verdade. Poemas e relatos redigidos na Islândia do século XIII enaltecem as aventuras e conquistas do herói Viking, que se tornou um pesadelo para a cidade de Paris. 


Elizabeth Rowe da Universidade de Cambridge, que estudou a história de Ragnar Lothbrok conta que o conquistador nasceu entre 808 e 812 e se tornou Rei da Dinamarca e da Suécia durante os séculos VIII e IX.

Em 854 Ragnar e seu bando de desbravadores saquearam a França por diversas vezes e em 28 de março do mesmo ano, com uma armada de mais de 5000 Vikings liderou o famoso cerco a Paris. 

Mas quando voltou sua atenção para a Inglaterra, após alguns saques, o valoroso Viking foi capturado por seu inimigo o Rei Aelle da Nortúmbria (vivido na serie por Ivan Kaye) que em um ato suicida, ordenou que atirassem o maior herói da Noruega para a morte no fosso de serpentes venenosas.

 RAGNAR LOTHBROK



Relatos contam que o bravo Ragnar, mesmo envenenado e moribundo, entoou cânticos e suplicou para que os Deuses levassem seu clamor a seus filhos.

Ragnar foi casado por três vezes, Lagertha, a primeira esposa, seguida da bela Tora Borgarhjort e finalmente com a princesa Aslaug. O descendente direto de Odin teve vários filhos, mas os mais famosos foram:


Björn Ironside 


O jovem gigante do norte era conhecido por sua capacidade de sobreviver a inúmeras batalhas sangrentas (por isso o apelido de “Flanco de Ferro”) e ganhou fama por seus saques memoráveis no Mar Mediterrâneo entre os anos de 859 e 862.



Ivar, o sem Ossos


O mais celebre dos filhos de Ragnar, realmente tinha uma má formação óssea, mas que nunca foi detalhada especificamente. Porém, relatos mencionam que para compensar sua “deficiência”, Ivar possuía braços poderosos, ficando conhecido como o mais forte arqueiro de seu povo. Com seu exército invadiu a Grã-Bretanha em 865 e se estabeleceu no norte da Inglaterra, assumindo assim, o posto de rei.



Ubbe


Apesar de existir poucos relatos sobre sua existência, sabe-se que ao lado de seus irmãos, liderou a “Grande invasão Barbara” com o intuito de vingar a morte do Pai.
Juntos eles partiram para a Nortúmbria com um gigantesco contingente de guerreiros e derrotaram as forças o rei Aelle. Como punição exemplar, o Rei foi sentenciado e condenado à morte no ritual nórdico conhecido como “Águia de sangue”, uma morte lenta e agonizante, reservada apenas aos maiores inimigos do povo Nórdico.

Outro nome bastante mencionado em relatos é do corpulento guerreiro conhecido como Hrólf, que de tão grande não podia ser carregado por nenhum cavalo. Certa vez invadiu Paris navegando pelo rio Sena e matou todos os cavalos e animais que encontrou pelo caminho.
Construiu uma barreira com as carcaças dos animais que de tão medonha, amedrontou seus adversários que recuaram. Sem opção, o Rei da França determinou que os invasores pudessem ficar na região desde que defendessem Paris de outros ataques dos homens do norte.


Hrólf converteu-se ao cristianismo e foi rebatizado como ROLLO, assumindo assim o trono da Normandia. Casou-se com a filha do Rei e seu tataraneto William, o conquistador, foi o primeiro Rei normando da Inglaterra, se tornando a origem de toda realeza britânica. 


LONGA VIDA A RAGNAR LOTHBROK, O MAIOR HERÓI VIKING QUE JÁ EXISTIU!


Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :