sexta-feira, 30 de junho de 2017

Bom a Netflix liberou o primeiro trailer da adaptação para a língua inglesa do mangá e anime "Death Note". O trailer além de oferecer um 'primeiro olhar' de como o filme irá lidar com o transporte da história a partir de suas raízes japonesas para o novo cenário em Seatle, também nos dá o primeiro olhar no personagem Ryuk, interpretado por William Dafoe, o deus demoníaco da morte e centro da história. 

Vamos ao trailer: 


Desde o anúncio inicial de produção do filme, "Death Note" foi cercado de controvérsias, geradas por fãs que acusavam a produção de estar 'ocidentalizando' os personagens da história. O Diretor Roy Lee refutou firmemente as críticas, afirmando que seu filme não deve ser usado como um exemplo de 'lavagem a branco', pois adapta a história para uma cultura diferente. 

"Poderia entender a crítica......se nossa versão de "Death Note" fosse centralizada no Japão e os personagens fossem nomeados em japonês ou fossem de descendência japonesa.", disse Lee. "É a interpretação dessa história em uma cultura diferente, então claro que haveria algumas mudanças óbvias. Algumas pessoas vãos gostar, outras dificilmente gostarão". 


Lançado no final de 2003, "Death Note" de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata conta a história de um estudante do ensino médio que tropeça em um caderno sobrenatural que permite que o dono possa matar alguém simplesmente escrevendo seu nome em suas páginas. Ele se propõe a limpar o mundo do mal, o que o coloca em um curso de colisão com o enigmático detetive "L". 

O mangá é um fenômeno mundial que já inspirou uma série em anime de sucesso, novelas leves, videogames, uma série de filmes live-action no Japão, um musical e uma avalanche de mercadorias (nada mal). 

O filme está programado para estrear em 25 de agosto na Netflix, "Death Note" é estrelado por Natt Wolf como Light Turner, Margaret Qualley como Mia Sutton, Keith Stabfield como "L", Paul Nakauchi como Watari, Shea Whigham como James Turner e William Dafoe como Ryuk. 

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :