sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Precisamos falar sobre Bullying. 
Ainda mais sobre Universo Cosplay.

     Por mais de uma vez, presenciei e já fui vitima de ataques. Acompanhei casos, de as pessoas perseguirem cosplayers, só pelo fato de não ter a cor, biotipo ou até mesmo a etnia do personagem.
Recentemente estive no Rio Grande do Sul, no Festival do Japão, onde ocorreu também o evento Animebuzz. Muitos cosplayers variados, entre homens, mulheres e crianças.  Até que no decorrer da semana, acompanhei fatos que me entristeceram, porém, teve uma reviravolta e decidi fazer uma reportagem sobre.

ENTREVISTA COM ANGEL SPANIOL         

Angel Spaniol - 21 anos, 

Professora formada pelo Curso Normal e Estudante de Pedagogia 

São Leopoldo / RS

1 - Como começou no meio cosplayer?
Eu gosto de moda e caracterizações desde que me conheço por gente. 
Desde pequena brincava com tecidos e aos 11 anos, eu costurava vestidos para bonecas e desenhava os modelos. Em 2011 fui no 1º evento por curiosidade e me apaixonei. Desde então nunca mais fui "à paisana". Comecei fazendo estilos góticos e uma roupa maid com retalhos. Depois de 2 anos fiz meu primeiro "cospobre" da Harley Quinn. Antes disso fiz a Misa Amane, mas ficou muito ruim. A Harley foi evoluindo conforme tive dinheiro. Depois fiz o pokémon Umbreon. E mais recentemente a Mulher Maravilha. Todos original custom e com poucos gastos.Sempre participo, mas só pela diversão.Eu não teria chances de ganhar porque meus cosplays são sempre custom 

2 - Já participou de alguma competição, desfile? 
Sempre participo, mas só pela diversão 
Eu não teria chances de ganhar porque meus cosplays são sempre custom.


3 - Conheci melhor seus trabalhos e você através do vídeo sobre o personagem Yuri da Força do Querer, novela da Globo. Como foi se posicionar a respeito de ser cosplayer?
Foi um posicionamento pelo que acreditei ser justo. Eu abomino toda e qualquer forma de preconceito e estereótipos. Conheço muitas pessoas incríveis nesse meio, e achei deveras irritante saber que todos nós seríamos estigmatizados por uma opinião rasa e equivocada, fruto de uma pesquisa mal feita. Não é justo ser estereotipado. É menos justo ainda quando isso provém de uma informação errada.
4 - Vamos falar sobre o bullying ocorrido com sua última personagem, a mulher maravilha. Antes do acontecido, você já havia passado por alguma situação semelhante? Se sim, fale sobre. Se não, comente sobre o fato que ocorreu após o evento animebuzz 
Eu tenho uma longa história sobre Bullying. Minha infância escolar foi um período difícil pois moramos em uma cidade litorânea com ambiente interiorano. Nós fomos tratados como forasteiros e na escola não foi diferente. Não fui aceita pelo grupo. Eu me odiava por ser quem eu era.
Bullying é algo que não tolero, o ocorrido com o cosplay foi o seguinte:
Eu costumo trabalhar muito empenhar demais um tempo que poderia estar passando com a minha filha. Simplesmente pela construção do cosplay. Trabalhei com afinco, no Buzz tive uma aceitação ótima. As pessoas amaram e foram muito gentis. Ao postar as fotos, houve uma repercussão ótima, no entanto algumas pessoas incultas e mal humoradas decidiram opinar sobre meu peso. Algo que não entendi, porque não possuo sobrepeso, e sim uma altura e estrutura corporal acima da média feminina. Sou extremamente forte fisicamente e por isso escolhi a Mulher Maravilha. No entanto, pessoas que definitivamente não conhecem o padrão corporal de uma amazona, fizeram comentários ofensivos, que nenhuma pessoa, com sobrepeso ou não, deveria ouvir. Achei isso francamente abominável e revoltante, e por isso decidi tirar as fotos de meu perfil por ter me sentido mal. Minha autocrítica é severa demais.

5 - Interessante que a escolha de Gal Gadot foi muito criticada por ela ser o oposto de você, ela tem o biótipo mais esquio. O que acha dessa contradição, afinal uma amazona é forte, e a reação não deveria ser de maneira crítica ao seu cosplay, concorda? 
Concordo. O fato é o seguinte. Não questiono o fato de Gal Gadot ter sido escolhida. Primeiro porque é uma mulher muito bonita e talentosa, e segundo porque o fator mais determinante foi ela ter tido treinamento militar. Gal foi escolhida por isso. O fato dela ser magra é apenas um detalhe 
Porém, as pessoas costumam acreditar em uma única verdade. As mentes tendem a ser fechadas, e isso não as deixa compreender que: Biótipos existem e isso não pode ser evitado. O cosplay deve ser para TODOS. Se eu pareço com uma amazona, beleza. Se eu for esguia, beleza, e se for acima do peso TAMBÉM! O biótipo não deve, de nenhuma maneira, impedir a pessoa de algo e isso inclui a prática do cosplay.


6 - Mas houve uma outra reação. As dos apoiadores. Inclusive a neta do criador te apoiando. Essa informação confere? 
Confere. Após a minha publicação afirmando a retirada das fotos do cosplay e da venda da roupa.
Meus colegas do meio cosplay ficaram chateados com tal ato criaram a campanha #angelmaravilha #somostodosmulhermaravilha 
Para combater o Bullying causado pelos haters. Eles colocaram fotos comigo em seus perfis do Facebook usando as hashtags, publicaram a situação em blogs e páginas, e compartilharam a causa até que, recebi um print de que a foto havia parado em um grupo estrangeiro de tributo à mulher maravilha, no qual a neta do criador faz parte. 


Só recebi comentários positivos, inclusive, o da própria Christie Marston, que além de comentar, me enviou uma mensagem dizendo para continuar representando, pois fiz um bom trabalho. Fiquei sem acreditar no acontecido de tão incrível que isso foi para mim.

7 - Qual mensagem você quer passar para aqueles que já estiveram no seu lugar e quem está começando a fazer cosplay? 
Não desista! Eu quase fiz isso, e encontrei força em meus amigos. Se você duvidar da força que tem, lembre-se que o número de apoiadores sempre será maior . O cosplay é liberdade. Você não pode se prender a paradigmas. O importante é você se divertir e se sentir satisfeito com a felicidade que o cosplay proporciona. As pessoas que realmente valem a pena saberão valorizar isso.

P.S - Angel orgulhosamente cita que suas fotos de  Umbreon, foram curtidas pela Jessica Nigri,  referência em Cosplay, conforme print abaixo:



Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :