quarta-feira, 15 de novembro de 2017


Hoje assisti o aguardado "Liga da Justiça", e chego finalmente a dizer que sim, temos um filme descente da maior equipe da DC, mas há ressalvas quanto ao filme...

Como não posso dar spoiler, vou comentar genericamente o que achei:

A - Sim, o Superman aparece, e está diferente, leve e desencanado. Méritos não só de Cavill, seu intérprete, mas principalmente pela mudança de caminhos do personagem... Causa possível, as repercussões dos dois filmes anteriores, onde a direção colocou o personagem muito sombrio, amargurado... Culpa de Snyder, segundo muitos.

B - Se o Superman está bem, infelizmente o mesmo não se deu com o Batman... O tornaram um "tiozinho", soltando piadas e até sorrindo... Imaginei estar o personagem "Batman que Ri" da nova saga nas HQs no filme. A justificativa de estar com remorsos pela morte de Superman, e prevendo novas ameaças, não é motivo para que a direção do personagem nesse filme tenha tido esse foco... Até a versão do mesmo Batman em BvS era muito melhor que deste filme. Dá vontade de jogar todas as revistas dele no lixo, e voltar a ver sua versão dos anos 60, de Adam West, o que seria mais animado que ele. Culpa de Snyder? Culpa da Warner/DC?? Dá pra apostar, né??

C - A Mulher Maravilha mais uma vez rouba a cena, e ao contrário de outras postagens, tem muita importância no filme, inclusive sua interação com Aquaman e, principalmente, Cyborg, são alguns dos melhores momentos do filme.

D - Aquaman, personagem de Jason Momoa, teve boa participação, e um site colecionador de ovos alegou que ele seria um tipo de Jack Sparrow, mas acho mais que o estilo dele lembra um personagem dos anos oitenta, Snake Pliskken, dos filmes "Fuga de New York" e "Fuga de Los Angeles", pela arrogância e marra. Aliás, uma opinião pessoal... Não gosto do ator, por o achar muito canastrão, mas tá na moda, então tá, mas mantenho minha opinião...

E - O Flash e o Cyborg são também destaques do filme, principalmente na comédia do Flash, que parece ser bem solitário, o oposto do personagem que assistimos na série da CW, e parece por causa disso um idiota. Mas são dele as melhores cenas, inclusive um momento fan service legal com o azulão. Já o Cyborg, uma grata surpresa, um dos melhores do filme, e peça chave na resolução do problema.

F - O vilão, Lobo das Estepes, pertence ao grupo de vilões com motivos rasos e usado como escada para a formação do grupo de heróis. Talvez o melhor momento foi quando foi explicado quem ele era, e o motivo das caixas maternas estarem divididas e na Terra. Prestem atenção, existe spoilers nessa parte. Ah, o CGI dele é terrível, gastaram tudo com Cyborg, com certeza.

Além disso, o roteiro simplório do filme, causado em parte pelas mudanças de caminhos adotadas por Snyder, e posteriormente com sua saída e entrada de Joss Whedon, tornaram um filme que só foi bom pela química dos heróis, que foi excelente. Um dos exemplos de soluções simplórias foi a solução da volta de Clark que, pelo amor de Deus, foi de irritar de tão óbvia... Sem mais comentários.

Por fim, fiquem até o fim, pois os pós créditos são bons.

No mais, se puder dar uma nota, pelo conjunto da obra, daria 8.0.

E sim, é melhor que MoS e BvS disparado, mas inferior a Mulher Maravilha (MM).

E como "Thor Ragnarok", um bom filme para as sessões de "Sessão da Tarde" de antigamente, que é um baita elogio.

Gostou? Curta nossa fanpage!

0 comentários :